Edifício Hibrido

Belo Horizonte
Edifício Híbrido
Visualization © Edit Studio
 
 
Edifício Híbrido
Visualization © Edit Studio
 
 
Edifício Híbrido
Visualization © Edit Studio
 
 
Edifício Híbrido
Visualization © Edit Studio
 
 
Edifício Híbrido
Visualization © Edit Studio
 
 
Edifício Híbrido
Visualization © Edit Studio
 
 
Edifício Híbrido
Drawing © Edit Studio
 
 
Edifício Híbrido
Visualization © Edit Studio
 
 
Edifício Híbrido
Drawing © BCMF Arquitetos
 
 
Edifício Híbrido
Drawing © BCMF Arquitetos
 
 
Edifício Híbrido
Drawing © BCMF Arquitetos
 
 
Arquitectos
BCMF Arquitetos
Cidade
Belo Horizonte
Ano
2014
Pisos
5-20 Stories

Edifício Hibrido

O edifício híbrido é formado por volumes distintos que, combinados em torno de um vazio, formam um sistema íntegro. A ideia é aproveitar a complexidade e vitalidade inerente à cidade, maximizando o potencial de ocupação do solo de uma forma que estimule a diversidade de experiências, usos e pessoas, redefinindo a relação desse tipo de empreendimento com a rua.

O empreendimento deve ser visto não como duas torres independentes (comercial e residencial) com um conjunto de lojas na base, mas como um complexo com diversas partes que se relacionam em torno da área de uso comum (semi-pública), formando um todo coerente com potencial de ativar a quadra por meio de usos variados, com permeabilidade urbana no nível do pedestre.

Nossa ambição é estabelecer um novo paradigma de edifício de uso misto na cidade, que leva em consideração o patrimônio histórico, o meio ambiente e a diversidade da vizinhança imediata, integrando espaços públicos e privados, valorizando a experiência da vida urbana.

O projeto parte basicamente de 9 estratégias:

1- Uso misto: residência, trabalho, comércio e ócio combinados na mesma área (vida e movimento 24 horas).

2- Escala Variada: diversas opções de tamanhos dentro de cada uso (variedade e heterogeneidade de público).

3- Quadra Aberta: criação de uma praça interna semi-pública conectada às ruas.

4- Fachada Ativada: espaços comerciais abrindo para a praça interna e para a rua

5- Interesse Histórico: manutenção e valorização de duas casas indicadas para tombamento.

6- Torre Residencial variada: apartamentos de diversos tipos e tamanhos em um prisma retangular de estrutura modulada que permite muitas configurações internas.

7- Torre Comercial variada: andares maiores e menores combinados em uma estrutura horizontal e outra vertical que se unem, com flexibilidade de configurações internas.

8- Jardins como áreas de convivência: áreas verdes (de uso comum) no térreo e nos topos das torres (de uso restrito).

9- Unidade e identidade: apesar de toda a variedade de programas de necessidades e de escalas, o empreendimento é visto como um sistema onde as partes atuam em sinergia entre si e com o contexto urbano.

Ficha Técnica

Local: Belo Horizonte, (MG)

Área do terreno: 4.139 m²

Área construída: 22.912 m²

Arquitetura BCMF Arquitetos: Bruno Campos, Marcelo Fontes e Silvio Todeschi (autores); Patrícia Bueno, Isabel Melero, Henrique Amim, Bruno Ferolla (equipe)

Estudo de Impacto de Vizinhança RBM e Absoluta Engenharia Ambiental

Consultoria Técnica Absoluta Engenharia Ambiental

Sistema Viário Tectran / Transitus

Maquetes físicas, desenhos / diagramas BCMF Arquitetos

Renderings Edit Studio

Projetos relacionados

Outros projetos por BCMF Arquitetos