Bar-Piscina-Galeria

Nova Lima
Vista para a paisagem a partir do deck da piscina.
Photo © gabrielcasstro
Vista geral, acesso principal ao Bar, deck da piscina e terraço.
Photo © gabrielcasstro
Vista lateral da Galeria semi‐enterrada, com Bar ao fundo.
Photo © gabrielcasstro
Rampa de acesso à Galeria.
Photo © gabrielcasstro
Deck sobre a Galeria.
Photo © gabrielcasstro
Acesso principal ao Bar.
Photo © gabrielcasstro
Vista interna do Bar.
Photo © gabrielcasstro
Varanda do Bar, com vista para o vale.
Photo © gabrielcasstro
Deck da piscina sobre a laje de cobertura da Galeria.
Photo © gabrielcasstro
Deck da piscina sobre a laje de cobertura da Galeria.
Photo © gabrielcasstro
Deck e piscina, conexão entre o Bar e a Galeria.
Photo © gabrielcasstro
Vista geral da Galeria semi‐enterrada.
Photo © gabrielcasstro
Vista externa da Galeria, com o Bar à direita.
Photo © gabrielcasstro
Vista lateral do Bar, com balanço de 10m sobre o talude do terreno.
Photo © gabrielcasstro
Vista interna da Galeria.
Photo © gabrielcasstro
Vista interna da Galeria.
Photo © gabrielcasstro
Drawing © bcmfarquitetos
Visualization © bcmfarquitetos
Drawing © bcmfarquitetos
Drawing © bcmfarquitetos
Arquitectos
BCMF Arquitetos
Localização
Nova Lima
Ano
2014
Pisos
1-5 Stories

Projetado e construído em apenas três meses, o conjunto BAR/PISCINA/GALERIA foi planejado para o evento da Casa Cor MG 2014 como uma espécie de belvedere. O terreno está localizado na área central de um condomínio “refúgio de fim de semana” (Villa Gaya), uma série de bangalôs com infra-estrutura de hotel que se abrem para a paisagem deslumbrante da região de Nova Lima, a 12 km de Belo Horizonte.

O projeto se resume a duas construções bem simples com um espaço aberto em comum. A BCMF (http://www.bcmfarquitetos.com/) ficou responsável pelo projeto do Bar e a MACh (http://www.mach.arq.br/) pelo projeto da Galeria. As áreas livres (piscina e deck) que integram as duas estruturas e programas foram projetadas a quatro mãos pelas duas empresas que, além de parceiras freqüentes, dividem o mesmo espaço de trabalho desde 2010.

O Bar é basicamente um “tubo quadrado” de concreto aparente que se projeta com 10m de balanço sobre o talude do terreno, apontando para a paisagem. Em função dos vizinhos no seu entorno e da topografia acentuada, o volume horizontal do bar foi implantado perpendicularmente às curvas de nível (no sentido norte-sul, orientação oposta à dos bangalôs), tentando abrir o máximo de espaço vazio para a piscina e o deck, que se desdobra no teto da Galeria. O volume é extremamente simples (um prisma de 3 x 5 x 25 m), se contrastando com os bangalôs do condomínio pela sua geometria básica e pela austeridade no uso dos materiais.

Os espaços internos são organizados em seqüência linear, de uma ponta a outra do tubo: varanda de entrada, área de espera, bar que se abre para fora e para dentro, e o grande salão principal que termina em uma outra varanda na ponta do balanço, enquadrando a paisagem. No teto, a modulação da laje nervurada é usada para uma série de zenitais “pixeladas” que trazem luz para o miolo do ambiente, enquanto o piso é uma extensão do deck da piscina. Os móveis simples e delicados, e a suave luz artificial das luminárias (interiores de Ana Bahia) contrastam com a rudeza do concreto, conferindo um ar despojado e informal ao ambiente.

A galeria é o único elemento arquitetônico semi-enterrado em todo o condomínio. Essa estratégia de implantação, em contraponto aos volumes dos bangalôs, permite uma visão panorâmica da paisagem e a criação de um deck elevado sobre a laje de cobertura, em extensão natural à área da piscina.

A arquitetura é definida por duas caixas de concreto aparente: uma formada pela laje do piso e paredes, outra invertida, formada pela laje de cobertura e vigas. Perfis metálicos servem de apoio entre as duas caixas, gerando uma fresta horizontal – entrada de luz que também permite visadas a partir da piscina. O percurso de acesso, em rampa, é também utilizado como elemento de fruição da paisagem, em um jogo de revelação e ocultamento, que culmina na abertura total para a vista do vale no interior do ”bunker”, em situação semelhante à do bar.

BCMF Arquitetos + MACh

FICHA TÉCNICA:

Local: Nova Lima, MG (Brasil)
Cliente: Casa Cor MG
Data: Dezembro 2014

Arquitetura: BCMF Arquitetos (Bruno Campos, Marcelo Fontes e Silvio Todeschi) + MACh Arquitetos (Fernando Maculan e Mariza Machado Coelho)
Interiores (Bar): Ana Bahia
Exibição (Galeria): Mostra Pau Ferro Cultural (curadoria Luciana Garcia Waisberg)
Equipe: Patrícia Bueno, Vanessa Couto, Pedro Pereira, Yi Wang, Mateus Lira e Marcela Figueiredo.

Projeto Estrutural: Conceptus Projetos Estruturais (Sérgio Carvalho) e Antônio Victor (Piscina)
Consultoria: Ambiente Piscinas

Área: Bar (125m2) / Piscina (340m2) / Galeria (110m2)
Fotos: Gabriel Castro e Jomar Bragança

Projetos relacionados

  • Gambiologos
    Vazio S/A
  • Holzperspektiven - Prospettive legno
    Alberto Alessi Architecture
  • KONFLIKT - 2000 Jahre Varusschlacht
    neo.studio neumann schneider architekten
  • Privatresidenz "DENTS-DU-MIDI"
    Susanne D. Bachmann
  • Stortytelling, Ausstellung Swiss Art Award 2010
    Duplex Architekten

Revista

Outros projetos por BCMF Arquitetos

Residência Esteves
Divinópolis
H3O
Belo Horizonte
Bar Stella Artois
Belo Horizonte
Candidatura Olimpíadas Rio 2016
Rio de Janeiro
Centro de Hóquei sobre Grama - Rio Pan 2007 - Complexo de Deodoro
Rio de Janeiro
Centro Nacional de Hipismo - Rio Pan 2007 - Complexo Esportivo de Deodoro
Rio de Janeiro